Regulamentação já

Daniel Mendonça

Há três meses à frente da Diretoria de Relações Governamentais e Políticas Públicas da GE do Brasil, Daniel Mendonça, aponta para a necessidade de regulamentar a atividade de RIG. “É necessário dar transparência à atuação do profissional de RIG no Brasil e a regulamentação da atividade é o caminho certo a ser percorrido. A regulamentação vai tirar o estigma pejorativo do lobby, do lobista, que é aquele cara que está envolvido em corrupção, em negociações escusas…”, defende.

Segundo Mendonça, a regulamentação trará maior nível de transparência na interação dos profissionais de RIG com agentes públicos para auxiliar na construção de políticas públicas que sejam efetivas e aderentes às realidades de mercado.

O governo do Presidente Jair Bolsonaro está trabalhando na elaboração de um decreto que regulamentará a atividade no Brasil. Há também o Projeto de Lei 1.202/2007, que regulamenta a atividade, aguardando a aprovação pelo Congresso Nacional.

Enquanto a regulamentação não vem, o diretor de relações governamentais e políticas públicas da GE Brasil, destaca a vitória importante que foi a inclusão, pelo Ministério do Trabalho, do profissional de RIG na lista de Classificação Brasileira de Ocupações (CBO). E quando o assunto é sobre as habilidades que o profissional de RIG precisa ter, Mendonça destaca o que o mercado exige: conhecer bem o negócio o qual está atuando; ter visão estratégica da empresa; ter boa capacidade de relacionamento e interação com outras áreas da empresa; ser um bom comunicador.

Mendonça tem 44 anos. É economista. Tem diversas especializações e “na bagagem”, oito anos de trabalho no setor elétrico. Como diretor de relações governamentais e políticas públicas da GE do Brasil atua em todas as áreas da empresa: Healthcare, Renewable Energy, Aviation, Power & Energy.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *